Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

Tinha que ser num dia 13...

... a toma da última cápsula do anti-depressivo. Foi hoje, o dia em que passam 26 meses sobre a morte do meu Paulo.

Tenho estado a fazer o 'desmame' muito gradualmente. Comecei em maio, podia ter terminado mais cedo, mas pelo meio chegou o mês de setembro, o mais complicado, não quis arriscar muito e o processo acabou por se prolongar.

Na última vez que fui à minha médica disse-lhe que tinha na minha carteira 9 cápsulas e não queria comprar mais nenhuma embalagem. Com a ajuda de um calendário contámos os dias em que devia tomar essas 9 cápsulas. Anotei os dias num papelinho que guardei na minha carteira. Só quando começou o mês de novembro, quando faltavam 2 cápsulas, é que reparei que o dia da última toma era o dia 13.

Mais uma daquelas 'coincidências' que tenho encontrado ao longo deste processo todo de 'fazer o luto'.

...

- E como te sentes, Engraçadinha? Tás melhor?

...

Não sei. Sinceramente, não sei.

Se me lembrar do estado em que estava quando fui à médica naquele 15 de dezembro de 2014, então SIM, posso dizer que estou francamente melhor. Agradeço aos medicamentos a ajuda insubstituível que me deram para superar, suportar estes dois anos.

Mas sinto que ainda há feridas que não cicatrizaram completamente. Ainda há sentimentos que não sei onde 'arrumar'. Ainda tenho dias (cada vez mais raros), em que entro em casa e rebento num choro que nem eu entendo.

Sei que ficaram marcas, mas ainda não sei que profundidade têm estas marcas.

Tenho dias em que penso muito no futuro, mas não consigo chegar a nenhuma conclusão.

Sinceramente acho que a questão a colocar não é 'tás melhor?', porque acho que não se fica melhor, fica-se diferente e o problema é perceber o que mudou e o que permanece igual ao que eu era, antes de a minha vida se ter desmoronado.

Deve ser uma questão de continuar a procurar...

 

É nestas alturas que me lembro de uma frase que o meu Paulo me dizia, tantas vezes: 'Mulher do diabo! Não penses tanto.Tu encucas ...não encuques!'

Vai-se a ver, o rapaz até tinha razão (e nós, gajas, sabemos bem como é dificil dar razão a um homem, não é?

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Facebook

Follow

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D