Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

Ai a minha vida, animal!

IMG_20200526_102311.jpg

A pessoa está nesta casa vai para 13 anos.

A pessoa ama a sua varanda virada para o rio.

A pessoa já teve alguns conjuntos de mesa e cadeiras na sua varanda, mas nenhum deles foi ou é suficientemente confortável.

Todos os verões a pessoa pensa... 'tenho que comprar uma daquelas cadeiras tipo espreguiçadeira, para os serões de verão aqui na varanda'!

No domingo, finalmente, a pessoa entra no supermercado e ao passar pela secção de mobiliário de verão, não pensa mais e passa à ação...

A cadeira está na varanda desde domingo, dia 24 de maio... os serões de domingo e segunda-feira foram muito confortáveis... só faltava mesmo uma almofadinha para o pescoço e um puf para pousar os pés...

...

Cheirou a cadeira algumas vezes... hoje, dia 26 de maio, decidiu experimentar...

Parece que gostou!

Olááá...

Passei só para vos dizer olá!

Não tenho nada para vos dizer... nada aconteceu na minha vida que mereça ser contado... 

Fui passar o Carnaval à santa terrinha, não sambei... só dormi e comi... comi como uma pequena alarve (ele foi carolas, feijoada, sobremesas várias, broa com manteiga, queijos e enchidos vários, bolas de carnes, vinho do bom... lá pelo meio consegui ter um almocinho de peixe grelhado com salada, mas foi vez única).

Ontem comecei a matar as asneiras todas do lombo com duas aulas de ginásio e uma sessão de PT... estou que não me aguento das pernas, dos braços, da barriga, das costas...

Continuo a picar o meu gato todos os dias, para fazer a terapia de fluidos... acho que já entrou na minha rotina, corre quase sempre bem, já não fico com o coração na boca, a tremer e a suar, quando tenho que espetar a agulha, mas às vezes ainda meto os pés pelas mãos...

Na 3ª feira parece que fiz soro a mais, na 4ª feira acordei com a cama molhada... ainda temi que fosse xixi de gato (paniquei um bocado a pensar que tinha um bicho incontinente, que ainda por cima gosta de dormir enrroscado encostado a mim), mas não, o bicho adormeceu ao meu lado e ao aninhar-se deve ter feito pressão na zona do lombo onde estava a bolsa de soro (a tal que devia estar muito grande) e o dito acabou por escorrer pelo orificio da agulha... menos mal!

Ontem, mesmo toda moída do ginásio, espetei outra vez o bicho, mas lá me faltou o jeito outra vez e quando ligo o soro só vejo liquido a escorrer... a agulha entro por um lado e saiu pelo outro...

Passou a ser um dos meus momentos preferidos do dia... ficamos ali os dois, num amorio pegado de beijinhos e motorzinho a ronronar.

Tirando isto, só mesmo o coronavirus...

Parece que já está tudo histérico a comprar máscaras e enlatados... nas notícias desta manhã consegui ouvir um pai muito desconsolado, porque a sua cria estava em risco de não poder ir à sua viagem de finalistas... conseguiu dizer a seguinte pérola para as câmaras de televisão...

'o governo devia encontrar uma solução para permitir aos jovens ir à sua viagem de finalistas...'

O Governo... pois claro!

Há um risco de surto de gripe... entre a falta de camas, de médicos e de enfermeiros nos hospitais, o Governo vai reunir-se de emergência para encontrar um forma segura de garantir que os nossos jovens vão poder ir embebedar-se nas discotecas espanholas!

Agora venha de lá mais um fim de semana!

O meu menino está outra vez doente

gato-natal2.jpg

De um dia para o outro deixou de comer e beber, vomitou uma espuma branca.

Serão de sexta-feira na urgência do veterinário. Bateria de exames. Diagnóstico: a função renal deteriorou-se bastante. Nunca os valores da creatinina e do sdma estiveram tão elevados.

Diz a vet que ainda não está em sofrimento e ainda é possível fazer alguma coisa, mas são tudo paliativos para o manter confortável e pouco mais, tendo em conta que já são quase 13 anos.

Infelizmente a insuficiência renal é progressiva. Quanto muito conseguimos atenuar os sintomas, mas não se consegue eliminar a causa.

Ração seca e água não lhes toca. Ração húmida vai petiscando, muitas vezes só come se for da minha mão (sim, estou outra vez a trabalhar com as mãos a cheirar a patê…), e água vai bebendo porque lhe dou à seringa, como se fosse um medicamento.

Passei o fim de semana outra vez de gatas, no chão da cozinha, para lhe ir dando alguma coisa de comer. Hoje de manhã comeu alguma coisa, muito pouco, e bebeu uma seringa de água que lhe dei. Estou a trabalhar e já sei que ainda não comeu quase nada desde que saí de casa, às sete da manhã.

Comida indicada para a função renal (baixo teor de fósforo) só petisca, mas se lhe der comida dita ‘normal’, lambe tudo. E fico nesta dúvida: é preferível não comer ou comer pouco, ou comer o que não ajuda?

A vet já disse que devia aprender a fazer fluidoterapia subcutânea em casa. Significa que tenho que aprender a espetar-lhe uma agulha no lombo, para ele não passar pelo stress de ir à clinica três vezes por semana. A primeira lição é hoje ao fim do dia.

Lá ando eu outra vez com uma faca espetada no estômago.

Já vos disse, não já? Eu não tenho medo que ele morra. Mas tenho tanto medo que ele sofra ou não cosneguir dar-lhe a ajuda que precisa a tempo e horas... 

Tenho um gato pokemon

pokemon-gato.jpg

O meu gato faz o mesmo que os Pokemons. O meu gato tem evoluções.

Estão a ver esta imagem?

O primeiro é o meu gato... em casa...

O segundo é o meu gato... dentro da transportadora na sala de espera da clínica veterinária... 

O terceiro é o meu gato, o meu gatinho amoroso e fofinho... quando é colocado em cima da mesa de observação da veterinária (depois de uma pequena luta para o conseguir tirar da transportadora).

Uma luta... uma guerra para lhe conseguir extrair umas miseráveis gotinhas de sangue para análise.

O bicho fica de tal maneira alterado... possuído que a veterinária não consegue fazer nada dele.

O pior é que ontem cheguei a casa e não gostei do que vi. Quase não comeu, o que nele é muito invulgar. Durante a noite vomitou uma espuma branca... Faz agora um ano que teve a pancreatite... foi o mês de fevereiro mais miserável que me lembro de ter tido!

Deixa lá ver o que vou encontrar quando chegar a casa mais logo... façam lá uma oraçãozinha por nós, please!

Um SNS para os animais?

Tem-se falado muito sobre esta proposta do PAN. Se concordo?... Até certo ponto…

Não acho que seja aceitável, num país onde falta fazer tanta coisa, aceitar que os nossos impostos sejam direcionados para a construção de um Serviço Nacional de Saúde para os nossos animais de companhia.

A questão começa logo aqui… nos ‘animais de companhia’. Os nossos cães, gatos, coelhos, porquinhos da índia… então e os outros? Voltamos a bater na mesma tecla onde já batemos no que toca à lei da proteção dos animais contra os maus tratos, protege-se cães e gatos, mas os cavalos não estão incluídos, não faz sentido, pois não?

Este sábado voltei ao vet com o meu animal. Foi fazer revisão, seis meses após a pancreatite e reavaliar a situação do rim. Desta vez a vet conseguiu tirar sangue, à primeira e sem qualquer stress. Como nem sempre é assim e como havia sangue com fartura, aproveitou-se e combinámos fazer todas as análises e mais alguma.

Resultado… entre análises, ração seca, latinhas e medicação (a função renal está outra vez a descambar)… deixei no vet a módica quantia de 160€ (uma mala da Bimba e Lola)…

Vai fazer medicação durante mês e meio (uns 40€ a cada duas semanas) e depois reavaliamos novamente. Se ficar tudo bem, está já pensada uma intervenção com anestesia geral para limpar os dentes (a idade não perdoa, tem os dentes cheios de tártaro e já perdeu um dente), limpar uma orelha que está feiosa, e tratar uma espécie de cravo que tem numa pata que volta e meia sangra bastante (e me suja lençóis, colchas, sofás, tapetes…). Ou seja…já estou a rezar pela alma do meu subsídio de Natal…

Conheço uma pessoa que chegou a casa e viu que o seu ‘Piruças’ não estava bem… foi de urgência para o vet… passou a noite internado... vários exames… concluíram que o bicho engoliu um atacador... laxante... atacador expelido… conta final… 300€.

A minha cunhada depois de procurar dois dias, encontrou o seu ‘Elvis’ já muito mal. Urgência do vet... vários dias internado... intervenção cirúrgica... medicação… blá, blá, blá… conta final… 4 dígitos… o subsídio de férias.

Cada vez que entro na clínica onde o meu animal é seguido, dou-me por muito satisfeita se a conta for inferior a 50€. Mas há pessoas para quem até uma conta inferior a 50€ é um rombo enorme no orçamento, pode significar comprar menos no supermercado para os filhos… e se por um lado há pessoas que não têm coragem para ver os  seus bichos doentes e simplesmente deixá-los morrer e fazem das tripas coração e procuram ajuda, mesmo que isso implique assumir uma dívida, outros acabam mesmo por não os tratar, não porque não gostem dos seus animais, mas simplesmente porque não têm capacidade financeira para lhes prestar o socorro devido, porque têm vergonha de dizer ao vet que não podem pagar...

Muitas pessoas insurgiram-se contra a ideia de um SNS para os animais. Acho que o principal problema foi a forma como esta medida foi apresentada, pelo PAN e pelos média.

Se a medida fosse apresentada como 'apostar num reforço das competências e das equipas dos canis municipais' de forma a prestarem mais serviços médico-veterinários à população a custos reduzidos (para além da simples administração de vacinas…), talvez a reação das populações fosse outra...

Donos de gatos... revoltem-se!

d5ef08cb3e2d1e1688b64ae91a90e0d5.jpg

Ontem, enquanto esperava pelo barco para regressar ao Barreiro, ouvi uma conversa de duas pessoas que estavam ao meu lado:

“ai não… não gosto de gatos… os cães são muito mais fiéis, sabem que é o seu dono… o gato só quer que limpes a merda que faz e lhe enchas o pote de ração… não te conhece de lado nenhum!”

Como é que ainda há pessoas que pensam assim? Como é que há pessoas que ainda acreditam nestes estereótipos? Como é que ainda há pessoas que dizem que não gostam deste ou daquele animal?

 

Para mim uma pessoa ou GOSTA DE ANIMAIS, ou NÃO GOSTA DE ANIMAIS. Isso de gostar de cães, mas não gostar de gatos NÃO EXISTE (pronto... até posso admitir que existe um bocadinho no caso das cobras e lagartos assim no geral).

 

A ver se nos entendemos, pessoas ignorantes:

O GATO SABE MUITO BEM QUEM É O SEU DONO. Conhece muito bem quem lhe dá carinho, atenção, mimo, brincadeira. E sabe muito bem recompensar o seu dono.

Quando tem dois donos dentro de casa, o gato sabe muito bem quem dá o quê… e a que horas. Para o meu gato, o Paulo era o dono que dava a brincadeira. Eu fui sempre a dona que dava o mimo, o colo, a comida.

A última vez que o meu gato foi ao veterinário (para ter alta da pancreatite) foi uma luta para a vet lhe tirar sangue. Quando entrei no consultório o bicho estava desvairado, ninguém se conseguia aproximar dele. Esperei um minuto ou dois, cheguei a minha mão ao seu nariz, devagarinho, e, imediatamente, o bicho começou a ronronar, aceitou os meus mimos, beijinhos na cabeça, ele sabe que eu sou a dona… foi só a vet mexer-se… olhou para ela e bufou que parecia um leão.

Em casa, tenho que estar sempre no campo de visão dele. É a minha sombra. Quantas vezes estou a lavar a loiça, sabendo que o bicho está deitado no tapete mesmo atrás de mim. Quantas vezes estou a passar roupa a ferro e vejo uma orelha a surgir na ombreira da porta… só um olho, tipo “tou aqui e tou ta’ver”…

Não sei se é assim com os cães, mas o meu gato escolheu-me para sua dona, muito antes de eu me afeiçoar a ele. O Paulo e o Melga eram dois humanos que andavam lá por casa… eu sempre fui a humana que ele escolheu para ser a sua dona. Coisas como cortar as unhas, escovar o pelo ou cortar pelo sujo de cocó, na zona genital… só a dona é que faz, mais ninguém tem permissão para ter esse tipo de intimidades.

Sim, é verdade… o gato é uma criatura mais independente do que um cão. Gosta do seu espaço e das suas rotinas, mas desenganem-se pessoas parvas… o gato conhece muito bem o seu dono… aquela pessoa que ele recompensa com turrinhas, massagens e miados baixinhos ao ouvido, logo pela manhã.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Facebook

Follow

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D