Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

Ser da Margem Sul, melhor 'ser do Barreiro’!

Não se nota que as eleições estão à porta?

É sempre assim… vira o disco e toca o mesmo!

É só começar o cheirinho a eleições e o Barreiro (e a Margem Sul) começa a aparecer nas parangonas dos jornais. Passam as eleições e todos se esquecem … das promessas, dos projetos, dos planos… é uma sina triste desta terra.

Pelo menos desta vez temos um Presidente de Câmara menos megalómano, não anda a reivindicar uma ponte para Lisboa. Fala SÓ na necessidade de uma ponte para o Seixal (400 metros de tabuleiro) e agora fala numa ponte para o Montijo (1 Km de tabuleiro), para aproveitar as sinergias do novo aeroporto (ainda não tenho opinião sobre a localização do aeroporto, não me vou pronunciar).

Este é o grande problema da Margem Sul, mas sobretudo do Barreiro, falta de acessibilidade. Vejam bem… o Barreiro não está só a 20 MINUTOS de barco da BAIXA de Lisboa, está também a 1Km dos acessos diretos à ponte Vasco da Gama e a 400 metros do Seixal e dos acessos à Ponte 25 de Abril…

…então porque é que continuamos a ter que fazer 14 QUILÓMETROS, todos os dias, para sair e entrar na cidade???

Pensem bem… é como se o pessoal que mora no Cacém tivesse que dar a volta pelo Fórum Sintra para conseguir entrar no IC19 ou a malta que mora em São João do Estoril que quer vir a Lisboa, pela Marginal, ser obrigada a dar a volta por Cascais…Por isso é que o Barreiro é ‘MUITA LONGE’… temos Lisboa à nossa frente, mas temos que andar 7 Km para trás, até Coina, para entrar nos acessos a Lisboa!

...

Vai ser um ano de muitas notícias espetaculares, muitos desenhos e mapas e o catano… o povo do Barreiro já sabe que é assim, está habituado a ser o fantoche de serviço nestas coisas das politiquices, vai ser um ano de festa e depois voltamos a sossegar.

Há muito que o barreirense se tornou num fiel seguidor de S. Tomé… ‘ver para crer’.

barreiro6.jpg

A azul e cinzento, o que temos. A vermelho, uma ideia do que gostávamos de ter.

Eu sei que são dois tracinhos que custam muito dinheiro, mas a sua concretização ia revolucionar, para melhor, a vida de tanta gente... não só no Barreiro, em toda a Margem Sul.

14 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Facebook

Follow

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D