Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

Outra vez a época do IRS!

Sr. Meu Pai até é um rapaz despachado, vai a todo o lado, faz os recados todos, mas se isso implicar preencher impressos (então quando são aqueles cheios de quadradinhos…) ou saber os n.ºs disto ou daquilo, então está fora de questão... começa logo a assoprar!

Podemos pedir-lhe para ir para a porta do posto médico às 5 da manhã para marcar vez para a consulta, mas está fora de questão pedir-lhe para ir ao banco, à segurança social e, muito menos, às finanças.

Sabem há quantos anos sou responsável por preencher e entregar o IRS dos meus pais? Desde que o IRS existe neste maravilhoso país. Desde 1989 ou 1990. Lembro-me que não se falava noutra coisa nos noticiários. Era um novo imposto, havia notícias sobre como proceder, que impressos entregar, prazos de entrega, blá, blá, blá….

Certa manhã, Sr. Meu Pai deslocou-se à papelaria lá do burgo, comprou os impressos e, ao chegar a casa, depositou-os no móvel da entrada e foi à vida dele, numa postura de ‘depois lido com vocês, depois…’.

Eu, rapariga de 17 anos, muito curiosa, peguei nos impressos e comecei a ler.

Eu - Oh pai, olha que isto não é difícil de preencher.

Pai (levantou o sobrolho) – Ai não!

Eu – Não. Olha, tás a ver, pões aqui o teu nome e contribuinte, o nome da mãe e contribuinte, aqui dizes que tens duas dependentes, depois…é só ir as declarações de rendimentos e aqui pões este n.º e aqui este… e depois somas as despesa de educação e de saúde e pões aqui…e assinas. Tá feito!

Pai – Pois, realmente não é difícil. Olha, fazemos assim, já que é tão simples, preenches tu, está bem?

Já a sair da sala, virou-se de repente e diz:

E… já que estás com a mão na massa, aproveitas e vais tu entregar, pode ser???

...

E foi assim, nunca Sr. Meu Pai se preocupou em preencher uma Declaração de IRS. No ano seguinte fui eu à papelaria do burgo comprar os impressos e anos mais tarde fui eu que pedi as senhas para fazer a entrega pela Net. Atualmente também já entrego a declaração de Mana Querida. Em março começa tudo a perguntar 'então, já fizeste a simulação do meu IRS? Tu vê lá, olha que preciso de dinheiro para as férias...'.

...

Como sou muito tosca, nunca pedi uma percentagem do reembolso…se calhar devia.

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Facebook

Follow

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D