Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

O meu Paulo é que sabia…

Depois de anos a ver os blogs da moda e ouvir as bloggers da moda a falar disto, hoje, finalmente, fui comer um BRUNCH.

Então Rita, o que achaste? Conta-nos tudo sobre essa experiência maravilhosa! – dizem vocês.

Calma pessoas, calma! Eu conto. Tudo se resume a uma simples frase:

Eu e a minha irmã não fomos feitas para o brunch ou, pelo menos, para este tipo de brunch.

O meu Paulo é que a sabia toda. A ideia de misturar pequeno-almoço com o almoço numa única refeição sempre o fez torcer o nariz. Sou forçada a dar-lhe razão, pelo menos hoje. Passemos aos factos:

Fomos ao Delidelux, em frente à Estação de Santa Apolónia. Nós duas mais 4 colegas da minha irmã. Que fique já esclarecido que no que toca ao serviço tudo esteve ótimo. Fomos logo atendidas, não esperámos nada pela comida e tudo estava bem confecionado. Como podem ver pelas fotos, foi um banquete. No Delidelux têm 3 menus de brunch, sendo nós 6 alminhas, pedimos cada um duas vezes, para podermos provar tudo.

Ficámos na esplanada, mesmo em cima do rio. Aí começou o nosso erro, no início tudo bem, ‘ai que linda vista, e blá blá blá…’, mas estava um calor de ananases e, lá pelo meio-dia, o suor já escorria e já só pensávamos num aparelho de ar condicionado.

O que não gostei mesmo foi do facto de o menu completo ser todo servido ao mesmo tempo, frios e quentes. Resultado, em vez de se estar com calma, acho que esse é o princípio do brunch, somos levadas a comer e não a saborear, porque estamos a comer a taça da granola com fruta e ao lado estão os ovos e o cappuccino a arrefecer. Houve ali uma fase em que não sabíamos exatamente para que lado nos virar, por onde começar, qual a sequência lógica, já misturávamos tudo.

Saímos do restaurante, duas horas depois, esbaforidas de calor, com comida até ao céu-da-boca. Estou a escrever isto em casa, já depois de dormir uma sesta, são 20h00 e ainda não tenho fome.

Em suma, se quiserem experimentar um brunch recomendo antes aqueles que têm buffet. A comida está sempre disponível e cada uma pode escolher o que quer comer, na quantidade que quiser e ao seu ritmo.

Essa será a minha escolha numa próxima oportunidade.

Sim, Paulo! Não me dou por vencida, ainda vou dar mais uma hipótese ao brunch!

brunch1.jpg brunch2.jpg

 

brunch3.jpgbrunch4.jpg

 

 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Facebook

Follow

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D