Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

Lontrinha report

Faz hoje uma semana que fui ao escritório pela última vez. Consegui falar com a vet, porque o bicho estava outra vez sem comer. Expliquei os sintomas, disse que estava a fazer a terapia de fluidos como me recomendou, mas mesmo assim há dois dias que quase não comia.

Disse-me que tínhamos que entrar em força, porque o mais certo era os valores renais estarem outra vez a disparar. Seria bom fazer análises para ter a certeza, mas tirar-lhe sangue significa ter que o sedar, mas a sedação só prejudica ainda mais a saúde renal… é uma pescadinha de rabo na boca.

A clínica veterinária está fechada. Só asseguram urgências, tratamentos em curso e venda de ração e medicação, com marcação prévia. Pediu-me para passar na clínica no dia seguinte para levantar a nova medicação.

No dia 17, ao final da tarde, lá estava eu à porta a recolher o saco e a guia de tratamento.

Os meus dias agora são assim:

Manhã: CERENIA (para os enjoos), 4 comprimidos para tomar de 2 em 2 dias. Quando não toma o Cerenia, toma o LESPERIM. Esmago os comprimidos numa tábua, até ter um pó, misturo num pouco de paté e dou-lhe a comer. Corre bem.

Meio da manhã: Uma seringa de SEMINTRA e uma seringa de HEPATO-RENAL (já nossos conhecidos há muito tempo).

Final da tarde: fazer o soro onde tenho que injetar ora 2 ml de ORNIPURAL (protetor hepático, cheira mal que se farta), ora 5 ml de VITAMINAS (alternados, dia sim, dia não).

Noite: Mais uma seringa de SEMINTRA e uma seringa de HEPATO-RENAL.

Também é suposto misturar um pó no paté, de nome RENAL N, duas vezes por dia. Confesso que nem sempre consigo que ele coma isso. O bicho cheira e afasta-se, como quem diz… ‘isto?... Come tu!’

Conta final… 180€!

Pumba, vai buscar!

Então e resultados? Não sei. Continua a não comer grande coisa. Às vezes toma a iniciativa e vai comer sem ser preciso insistir, outras vezes parece que se esquece que tem que comer. Já aconteceu várias vezes ‘levar-lhe o comer à cama’ e comer tudo o que lhe levo, e fico a pensar… ‘se estás com fome, porque não foste comer?’.

Enfim, haja algo de bom nesta minha quarentena…posso acompanhar o meu animal mais de perto, não tenho andar todo o dia angustiada a pensar se comeu ou não comeu e tenho tempo para gerir a medicação ao longo do dia.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Facebook

Follow

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D