Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

Já ninguém se entende...

Ao fim de 16 meses desta história, lá nos tocou ter de ir fazer o teste da Covid. Infelizmente tocou à nossa mais pequena. As dúvidas e questões são mais que muitas.

No início do mês a miúda como a queixar-se de dor de garganta e do ouvido. Pico de febre. Era o fim de semana com o pai e com o mano mais novo. Liga para o SNS24.

“… não. Se a febre não voltou deve ser só um resfriado… anti-inflamatório, pastilhas para a garganta…”

Regressou do fim de semana. “Já quase não dói a garganta, mãe!” Alívio!

Dois dias passaram, a miúda começa a vomitar tudo o que come, noite muito má, novo pico de febre, renitente em baixar. Liga para o SNS24.

“…não. Se a febre não voltou então deve ser só uma virose. Dieta branca.”

À noite comeu e não vomitou. A febre não voltou. Alívio!

Mais um ou dois dias, volta a doer a garganta e o ouvido. Pontos brancos na garganta. Liga para o SNS24.

“… sim. É melhor fazer o despiste da Covid. Com este historial nem a deixam entrar numa urgência ou posto médico sem um despiste da Covid.”

Lá fez todo o protocolo. Marcação para ir ao Covidário. Fez o teste. Resposta no dia seguinte (sábado): NEGATIVO!

Sábado, domingo, segunda-feira… sem contacto do SNS24. Mana Querida liga para o SNS24:

- então o que faço agora? A miúda pode retomar a vida dela?

- não, não! O resultado foi negativo, mas pode estar na fase de incubação. Tem que fazer isolamento profilático de 14 dias, a contar do dia do teste…

- 14 dias? Não percebo. Se o teste fosse positivo podia sair para a rua ao fim de 10 dias, mas como foi negativo tem que ficar trancada 14 dias???

- é que pode estar em incubação…

- mas se vocês virem nos vossos registos, percebem que a primeira vez que eu vos contactei já foi há mais de 14 dias, vocês é que acharam que não era preciso teste… se ela tivesse que incubar alguma coisa já estava mais que incubado…

- pois, mas é este o protocolo…

- pronto, pronto, eu sei que a culpa não é sua… mas não sendo Covid tem que ser alguma coisa, a miúda continua a queixar-se de dores de garganta, tem que ser vista por um médico. Tenho consulta com a pediatra dela depois de amanhã… posso levá-la ao médico, não posso?

- não, não!... só a pode levar ao médico que nós indicarmos… vou enviar-lhe um SMS com a hora e local da marcação, para a menina ser vista…

Local da consulta: Covidário!

- desculpe lá… isto não faz sentido nenhum. A miúda dá negativo no teste, mas eu não a posso levar a um consultório privado, higienizado, onde se tomam medidas para a sala de espera não estar cheia… tenho que a levar para o meio de pessoas suspeitas de terem Covid!!!

- por favor, compreenda. A partir do momento em que uma pessoa com sintomas suspeitos entra no circuito, temos que fazer o que estiver ao nosso alcance para manter essa pessoa vigiada…

- eu sei, eu sei… o mal disto tudo é que já estamos todos muito fartos e cansados.

Não vou reclamar. Não quero apontar dedos a ninguém. A pandemia é dura. Estamos todos fartos. Já ninguém se entende com as medidas.

Acredito que não seja fácil para quem nos governa. Manter o tal equilíbrio entre ter uma economia a funcionar (ainda que em mínimos) e ao mesmo tempo defender a saúde pública… acredito que, ao fim de um ano e meio, já não devem saber o que mais fazer.

É aceitar e agradecer que este isolamento não vai implicar com as nossas férias… termina dia 21 (já não falta tudo)… no dia 25 vamos ver se conseguimos ter uns dias a apanhar sol e escurecer a pele.

Antes disto tudo... no dia 16 eu e Mana Querida vamos apanhar a segunda dose da vacina .

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Engraçadinha 16.07.2021 16:57

    Só respondo agora porque não tive tempo antes: a informação NÃO É FALSA.
    A minha sobrinha e o seu marido tiveram teste positivo à COVID. Tiveram sintomas ligeiros (febre, dores de cabeça, mal estar geral). As instruções que receberam do SNS24 foram: ao fim de 10 dias, a contar da data do teste, podiam regressar ao trabalho, sem necessidade de novo teste. E assim fizeram.
    Ao que parece está comprovado cientificamente que ao fim de 10 dias a carga viral é mínima, não sendo considerada contagiosa.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Mais sobre mim

    imagem de perfil

    Blogs Portugal

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Facebook

    Follow

    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D