Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

Então e o mantra... esqueceram-se?

Deixem-me desabafar… mesmo correndo o risco de ser escorraçada destas lides blogueiras, mesmo que me chamem nomes feios, mesmo que me chamem burra…

Há 10 anos passámos por uma das maiores crises financeiras que este país já viu. Nessa altura os nossos governantes conseguiram convencer-nos que a culpa era das famílias porque tinhamos perdido o hábito dos nossos pais, não faziamos poupanças… andávamos todos a ‘viver acima das nossas possibilidades’.

Todos os dias tínhamos que levar com o selo na testa, eramos todos uns novos ricos deslumbrados, não sabíamos lidar com o dinheiro, que tinha sido um fartar vilanagem, era chapa ganha, chapa gasta a que se juntava uma obtenção desenfreada de crédito para tudo e mais alguma coisa, a culpa não era dos bancos ou de quem no governou, a culpa era das famílias, coitadinhas… porque não tinhamos literacia financeira, para entender as letrinhas pequeninas!

Há 10 anos o mantra dos economistas em todos os órgãos de comunicação social era:

“as famílias devem ter as suas finanças organizadas de forma a terem uma poupança

que lhes permita aguentar entre 3 a 6 meses sem rendimentos”…

Agora pergunto: os princípios subjacentes à boa gestão financeira numa casa de família, não serão os mesmos subjacentes à boa gestão financeira de uma empresa? Não será igualmente suposto os empresários gerirem os seus negócios mantendo uma poupança para ‘dias de chuva’?

Nestes quase dois meses que levo em casa, vi muita televisão (se calhar demais). Um constante desfilar de representantes dos vários setores de atividade a queixarem-se que os apoios não chegam. Consegui ouvir uma representante do setor do turismo a dizer qualquer coisa como "nos últimos anos o setor cresceu sempre a 2 dígitos por ano", mas este ano "vai haver muitas falências"

Como assim? Como é que se passa de um crescimento de 2 dígitos ao ano e por causa de um encerramento forçado de 2 meses, com apoios do estado (não quero saber se são muitos ou poucos, se chega se não chega, se já chegaram) se passa para uma situação de falências generalizadas? 

E o mais estranho é que os economistas, os tais do mantra, só sabem passar a mãozinha na cabeça dos Srs. Empresários… coitadinhos dos Srs. Empresários que ainda não receberam do Estado e estão com a corda no pescoço…

Não consigo deixar de sentir o estômago às voltas, cada vez que vejo notícias sobre grandes empresas, que eu acho deviam ter estrutura financeira para aguentar os tais 3 a 6 meses de redução de vendas… a mandar trabalhadores para o lay-off, ainda não tinha passado um mês de encerramento… e ninguém diz nada! Estão todos mais interessados em bater na ministra porque disse não às máscaras e agora diz sim, ou na outra ministra que não pagou os apoios a tempo e horas, ou no ministro que autorizou o que não devia autorizar.

Eu sei que desse lado há entendidos na matéria que me vão já atirar à cara “é a economia, estúpida!”… mas eu gostava de ouvir o tal mantra aplicado aos Srs. Empresários, nem que fosse só uma vez!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Facebook

Follow

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D