Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

Acampamento dos Figueiredo 2018

Chegámos à nossa Praia da Rainha, mais uma vez com as galinhas.

O dia estava muito melhor do que o ano passado, mas também não era preciso muito para estar melhor, bastava que houvesse sol, ainda mais com a promessa de 30º, lá mais para a tarde. Montámos o estaminé e esperámos pelo resto do pessoal.

Este ano não batemos nenhum recorde, fomos uns míseros 13 adultos e 7 crianças.

A água estava GELADA, mas estava bandeira verde. O segundo banho da manhã já deu para tirar a ‘barriga de misérias’. Não havia vento, não havia calor em demasia, o dia prometia ser um estrondo.

Até os miúdos estavam a ajudar. As mães estavam extasiadas. Pela primeira vez, em tantos anos, estavam deitadas nas toalhas sem ouvir ‘oh mãe, olha ele… oh mãe, ele atirou-me areia… oh mãe… ela tirou-me a pá’. Finalmente atingimos aquele patamar em já se entretêm sozinhos, já têm autonomia suficiente para poderem ir buscar baldinhos de água sozinhos e a nós só nos compete, de vez em quando, abrir uma pestana e contar cabeças. YYEESS!!

Mais uma vez os olhares à nossa volta na hora do almoço: primeiro de repulsa quando pusemos a mesa, especialmente quando Primo João sacou do garrafão de 5 litros de sangria (geladinha, tão boa!) e quando Mana Querida pôs a sua playlist de música pimba a tocar no telemóvel, que os miúdos sabiam acompanhar sem tropeçar (para grande HORROR de Prima Joana), logo substituídos por olhares gulosos quando Sra. Minha Mãe sacou do termo do café, para rematar o repasto.

Mas não podia ser tudo perfeito, não é? No fim de almoço, tudo a preparar-se para uma tarde de conversa bem passada, com calorzinho Q.B. acompanhado de um ocasional sopro de brisa marítima para refrescar, quando nos apercebemos que começa a levantar-se um ventinho assim… fresco… muito fresco… mesmo FRIO. Ao ponto de ficar desconfortável e haver quem vestisse camisolas ou colocasse toalhas sobre os ombros e ninguém se atrever a ir ao banho da tarde (tirando as crianças, mas essas, já se sabe… não têm sangue nas veias!)

Oh meu rico S. Pedro… a gente percebe que a idade já vai avançada e isto de gerir o tempo em todo o lado dá muito trabalho. A gente já percebeu que, de há uns anos a esta parte, preferiste fazer o outsourcing da gestão do tempo a uma empresa e, por assim dizer, está a gozar a reforma.

Querido S. Pedro, deixa-me que te dia, escolheste uma empresa que presta serviços baratuchos e que não sabe, de todo, o que está a fazer.

Só para te lembrar que na próxima semana vou estar pelos Algarves e ainda não me esqueci do ano passado, em especial daquele serão em que saí de casa para comer um gelado na esplanada e acabei na esplanada, sim, mas a BEBER CHÁ quentinho... vê lá se pões o outsourcing na linha, até lá, ok?

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Facebook

Follow

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D