Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

Acabadinho(s) de ler!

Estive a ver o registo do blog e cheguei à triste conclusão que já passou um ano desde a última vez que vos falei das minhas leituras.

Que tristeza!

Só uma coisa me consola… a preguiça que me assola não é de LER, apenas de vos escrever.

Desculpem…

Vamos lá então… o que é que eu li no último ano:

Na categoria thriller li “A Rapariga de Antes”, de JP Delaney e “A Paciente Silenciosa”, Alex Michaelides, e o “Rainha Vermelha”, de Juan Gómez-Jurado. Gostei dos três, mas se tivesse que dar 5* a algum, seriam todas para A Paciente Silenciosa.

Também li “Olive Kitteridge”, de Elizabeth Strout, e “O que Contamos ao Vento”, de Laura Imai Messina. Adorei a forma como a Elizabeth constroi as suas personagens, mas confesso que gostei mais do livro da Laura. Um livro que me tocou muito. É sobre o luto e a forma como cada pessoa encontra a sua forma de fazer as pazes com a vida e seguir em frente. A ideia da cabine telefónica no meio do jardim, onde qualquer pessoa pode entrar, pegar no auscultador e “falar” com quem partiu, dizer tudo o que ficou por dizer…

Mizé, Antes Galdéria do que Normal e Remediada”, de Ricardo Adolfo. Uma ma-ra-vi-lha (não vou dizer “Delicioso!” porque é uma palavra que me encanita o espírito).

A história do mundo dos nossos jovens, criados nos dormitórios das grandes cidades, o trabalho instável, os sonhos de fama instantânea e vidas iguais ao que se vê nas redes sociais, em contradição com as dificuldades do dia a dia, ter uma casa condigna, construir uma família… tudo contado de forma “sublime” (para não dizer “deliciosa”!). Já ando à procura de mais livros deste Ricardo Adolfo.

Lá, onde o vento chora”, de Delia Owens. Não consigo explicar porquê, mas tive muito medo de ler este livro. A história de uma criança abandonada por todos com apenas 6 anos, no meio de um ambiente hostil… tive medo de me impressionar, mas todos diziam que era um livro tão bonito…

Quando entro numa livraria fujo a sete pés dos livros com capas muito embonecadas (aquelas letras muito entrelaçadas, com a cara de uma pequena qualquer, os títulos muito redodinhos, já sei que sai uma daquelas história de amor peganhento… blhéc!). Este livro enganou-me, não tem as letras entrelaçadas na capa, mas é uma história de amor, ou melhor é uma história sobre o amor, sobre a capacidade de continuar a amar, mesmo depois de sofrer tanto abandono, solidão, preconceito. É daqueles livros em que sentimos os cheiros e as cores e que fica connosco muitos dias depois de fecharmos a contracapa.

De tal forma que demorei a “pegar” no livro seguinte. “Rapariga, Mulher, Outra”, de Bernardine Evaristo, e logo a seguir “A Outra Metade”, de Brit Bennett. Mais dois livros sobre um dos temas que mais gosto de explorar, o feminismo, mais uma vez o feminismo (e o racismo) pelo olhar das mulheres negras.

Para terminar e como não podia deixar de ser o meu menino também esteve presente… quem é o meu menino?

João Tordo, claro!

Li “Felicidade” e terminei agora o “Águas Passadas”.

O João nunca desilude. Gostei especialmente do “Felicidade”, pela originalidade da história e a capacidade deste rapaz para nos conseguir sempre surpreender no final. Do “Águas Passadas”… gostei, mas acho que faltou ali mais… perigo, mais corrida…

Feitas as contas (11 livros), acho que não me portei mal neste último ano, dá quase um livro por mês.

Estou agora a olhar para a minha estante.

Só tenho mais um livro por ler e lá para o fim de agosto tenho duas semanas de férias… têm alguma recomendação?

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Facebook

Follow

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D