Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

9 de setembro de 1996

Foi o dia em que comecei a trabalhar aqui na chafarica. Faz hoje VINTE ANOS.

Lembro-me tão bem do primeiro dia. Tinha 23 anos, um ar de miúda, sem qualquer experiência no mercado de trabalho, alta, muito magra, muito tímida, a ser apresentada como a ‘Sra. Dra.’ numa sucessão de salas cheias de gente, tudo a olhar para mim e eu sem saber onde me enfiar.

Sou funcionária pública há 20 anos.

Por esta altura sei que alguns de vocês acabaram de me colar um selo na testa que diz ‘privilegiada’. É um selo com o qual tive que aprender a viver desde o primeiro dia. Atentem o seguinte diálogo entre o meu pai e uma vizinha (muito atenta!), na rua onde morávamos, pouco tempo depois de ter começado a trabalhar:

Vizinha: Oh vizinho, tenho reparado que a sua filha agora sai de casa pela manhã todos os dias. Já está a trabalhar?

Pai: Sim, começou há pouco tempo.

Vizinha: Então e está a fazer o quê?

Pai: Olhe, conseguiu uma colocação no Ministério…

Vizinha: Aaah! Veja lá! Os conhecimentos que é preciso ter para se conseguir um emprego desses!

Pai (simples serralheiro mecânico, casado com uma doméstica): Ah sim, conhecimentos tenho eu. Eu e o Mário Soares andámos juntos na escola! Somos unha com carne, verdadeiros compinchas!

Eu compreendo que pensem assim. Eu também já pensei assim. Concorri a tantos concursos de recrutamento e, por cada requerimento que escrevi, o pensamento era sempre o mesmo: isto não vale a pena, a vaga já está preenchida com algum amigo.

Foi preciso fazer avaliação curricular, prova oral de conhecimentos, entrevista profissional e dois dias de testes psicotécnicos. Depois de selecionada tive ano e meio de estágio com relatório final e trabalho subordinado a um tema escolhido pelo júri de estágio. No fim deste processo todo, fui escolhida.

Porra! Como é que já passaram 20 anos!?

Vinte anos chegam para passar por vários governos, fusões, reestruturações, um sem número de direções (umas deixaram saudades, outras só deram vontade de passar com um carro de combate por cima, credo!).

Vinte anos chegam para já ter tido muitos colegas de trabalho. Gente muito competente, dedicada, empenhada e gente que só dá vontade de atirar pela janela.

Vinte anos chegam para contactar muitos membros de Gabinete de Ministro. Gente que pensa que somos uns incompetentes, sem conhecimentos ou métodos de trabalho e cedo dão ‘a mão à palmatória’. Gente que chega cheia de ideias e projetos e planos, mas sem conhecer o fundamental, as regras de funcionamento da Administração Pública, criadas em nome dos princípios da ‘transparência’ e ‘boa gestão orçamental’ (com os quais concordo plenamente), mas que no fundo se resumem à boa e velha ‘burocracia’.

Vinte anos chegam para integrar o grupo ‘Mobília da Casa’. Tenho colegas que me viram ‘crescer’. Lembro o Sr. Aníbal que me tratava por 'doutorzita' e dizia 'quem tem chefe é índio', o Sr. Alves que me chama sempre 'm'na Rita' ou o nosso telefonista que, no primeiro contacto, chamei 'Sr. Samuel' e ele respondeu 'O Sr. está no céu. Eu sou o Samuel'. Ficaram felizes quando casei, deram-me colo quando enviuvei e perguntam pela minha sobrinha e pelo Lontra e pelo Melga.

Como é que já passaram 20 anos!?

Se os próximos 20 passarem assim tão rápido, num instante começo a ver a reforma ao fundo do túnel.

Só espero estar suficientemente enxuta e sã, para ainda gozar alguma coisa.

9 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Facebook

Follow

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D