Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

"no fim vai ficar tudo tão lliinnddoo..."

Então Rita, como vão as remodelações?

Estou no 3º dia de pinturas. Em principio fica tudo feito hoje, mas o Sr. Luís diz que ainda tem que vir amanhã para remates finais e ver se não será preciso mais uma de mão.

Estou naquele dia em que o mantra já é repetido em loop… “no fim vai ficar tudo tão lliinnddoo… no fim vai ficar tudo tão lliinnddoo…”

A casa está toda desarrumada, as janelas têm que estar abertas para ajudar as paredes a secar e, sobretudo, por causa do cheiro da tinta, logo tenho correntes de ar em casa (claro que depois de dias tão bonitos tinha que me calhar pintar a casa durante uma depressão meteorológica… nem podia ser de outra forma!).

Tenho a cama chegada à parede contrária à cabeceira (a parede da cabeceira está a ser pintada), ou seja, estou a dormir no meio do quarto. Todas as noites tenho que arrastar a mesa de cabeceira e colocar o meu candeeiro (há mínimos e o meu mínimo é ter luz na mesa de cabeceira durante a noite!). Ontem à noite reparei que não tinha tomada de eletricidade para ligar o candeeiro… já passava das 23h e andava eu de volta dos móveis da cozinha a procurar extensões elétricas… consegui fazer um pequeno comboio de extensões e ligar o candeeiro na tomada mais próxima… na casa de banho (como dizia a minha avó Deolinda… “oh Rita, tu nunca te atrapalhes! Uma mulher atrapalhada é pior que um polícia bêbado!”).

Achava que a minha casa estava muito escura por isso estou a pintar com tons mais clarinhos. Escolhi o “Branco Camélia”, da CIN, para a sala e para o escritório, que é onde passo mais tempo. Os meus pais tiveram a casa deles pintada com este branco muitos anos e nunca nos cansámos. É escuro suficiente para não podermos dizer que a casa está branca, clarinho suficiente para passar despercebida. Na parede do meu quarto mantive o cinzento escuro que já tenho há uns anos e ainda gosto.

corredor.jpg

A minha dúvida está na parede de topo do corredor…

Estava na cor “Syrah”, também da CIN. Já estão a ver não é… nome de casta de vinhos. Era um tom de vinho escuro. Diz-me a Sra. da loja onde comprei alguns móveis e mandei forrar os sofás… “escolha uma cor mais alegre, sabe o que ficava bem ali… um coral, mas CUIDADO… coral não é cor de rosa e muito menos salmão… veja lá!”

Para não haver enganos, escolhi o “Coral Velvet”, também da CIN, e ficou assim…

 

Digam-me lá… atirei-me para fora de pé, sem saber nadar?

 

No meio disto tudo, o meu gato está muito arreliado. Não gosta de pessoas nem de barulhos estranhos, de maneiras que tem passado os últimos três dias enfiado debaixo da minha colcha. Enquanto o Sr. Luís aqui está… não come, não bebe, não vai ao caixote.

Bom fim de semana!

Vocês sabem… eu sou uma gaja do trapo.

Adoro andar pelas lojas a experimentar trapo (quando falo em “trapo” é num conceito muito lato, inclui roupa, calçado e acessórios). Foi das coisas que mais senti falta no confinamento, as tardes de sábado a bater perna num centro comercial a ver e a experimentar as novidades.

Só que a malta é animal de hábitos. Estranhei muito, mas acho que já me estou a habituar a esta coisa de estar muito tempo fechada em casa em teletrabalho. Ultimamente dou comigo numa loja a babar para cima de um vestido e pensar: “és muito lindo, podíamos ser muito felizes juntos… mas o mais certo é ficares a maior parte do tempo fechado no roupeiro!” e volto a pôr o dito no cabide da loja.

Também se dá o caso de não ter pessoas pequeninas para pôr na escola. Não tenho crias  daquelas que têm por hábito estar sempre a crescer e precisam de roupeiro novo quase todas as estações e todos os anos precisam de livros e cadernos e mochilas…

Vai daí… achei que isto estava tudo um bocadinho parado. E já se sabe, uma gaja muito tempo fechada em casa… põe-se a olhar para as paredes… e para os sofás… e para os móveis… e pronto…

Vou fazer obras!

Comecei só por querer substituir móveis… uma coisa puxa a outra e quando fiz as contas percebi que vou ter arranjos e pinturas em TODAS as divisões da casa, com exceção das casas de banho e cozinha.

Entre móveis que vou alterar e móveis que vou substituir, nos próximos tempos estou reduzida à mesa da cozinha para montar o meu posto de teletrabalho (vão ser tão giras as reuniões por videoconferência com o chefe, com o fogão e o exaustor como cenário por trás de mim....).

Começo este fim de semana a tirar tudo do sítio. Até que tudo volte a ficar no seu lugar… vai ser uma festa!

É só uma questão de manter o foco e o mantra... no fim vai ficar tudo tãããooo bonito!

Depois mostro...

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Facebook

Follow

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D