Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

Ai a minha vida, animal!

IMG_20200526_102311.jpg

A pessoa está nesta casa vai para 13 anos.

A pessoa ama a sua varanda virada para o rio.

A pessoa já teve alguns conjuntos de mesa e cadeiras na sua varanda, mas nenhum deles foi ou é suficientemente confortável.

Todos os verões a pessoa pensa... 'tenho que comprar uma daquelas cadeiras tipo espreguiçadeira, para os serões de verão aqui na varanda'!

No domingo, finalmente, a pessoa entra no supermercado e ao passar pela secção de mobiliário de verão, não pensa mais e passa à ação...

A cadeira está na varanda desde domingo, dia 24 de maio... os serões de domingo e segunda-feira foram muito confortáveis... só faltava mesmo uma almofadinha para o pescoço e um puf para pousar os pés...

...

Cheirou a cadeira algumas vezes... hoje, dia 26 de maio, decidiu experimentar...

Parece que gostou!

Aproveitem agora!

Lembram-se deste post? Foi escrito há precisamente dois anos…

Este sábado, 23 de maio, eu e Mana Querida decidimos voltar à Baixa de Lisboa. Ouvimos dizer que as lojas já estavam abertas e estávamos sequiosas por um bom e velho bater de perna nas lojas do trapo.

Chegámos à Rua Augusta pelas 10h30. Pelas 11h00 já tínhamos percebido que tínhamos que baixar as nossas expectativas. As lojas grandes só abriram um piso, não têm os provadores disponíveis e ainda não têm grande parte da coleção de verão.

Em meia hora já tinha esfregado tanto álcool gel nas mãos que me sentia habilitava a entrar num bloco operatório e fazer uma cirurgia de barriga aberta… não fosse aquela sensação de mãos peganhentas…

Quando decidimos regressar a casa reparámos que só tínhamos barco daí a uma hora. Decidimos fazer tempo dando uma volta mais larga para chegar à estação dos barcos. Subimos a Rua da Madalena, até ao Largo do Caldas, seguimos até às Escadinhas de São Crispim, fomos dar à Sé de Lisboa, descemos pela Igreja de Santo António…

Já se vê algum movimento nas ruas, mas nada que se compare com o movimento antes do confinamento. Em fevereiro se quiséssemos fazer uma volta assim, teríamos que batalhar por cada passo, seria uma luta avançar entre magotes de gente e trânsito.

A Baixa está deserta.

Já decidimos… no próximo sábado vamos voltar! Vamos aproveitar para mostrar à nossa miúda os miradouros de Lisboa, as praças, o castelo, as ruelas dos bairros lisboetas, sem ter que pedir licença a dez pessoas para conseguir avançar um metro.

Não sou contra os turistas. Fazem-nos muita falta. Quero que voltem. Há muita gente a depender do seu regresso para conseguir levar comida para casa, vimos muitas lojas fechadas, não vimos um único Tuk-Tuk ou autocarro de excursão, o Largo da Sé que costuma estar apinhado de gente… um silêncio, uma paz… só se ouviam os pombos, as rolas e os pardais.

Os turistas voltarão, mas enquanto isso não acontece… vamos aproveitar agora que não estão e usufruir as nossas cidades com mais calma (nem que seja com as mãos peganhentas de álcool gel de qualidade e cheiro duvidoso!)

Como assim!?

Quando é que isto aconteceu?

Quando é que a miúda deixou de pedir bonecas LOL SURPRISE e potes de plasticina e começou a passar tardes na varanda a treinar coreografias do Tik Tok?

Quando é que a miúda deixou de gostar de Cartoon Network e começou a pedir bilhetes para ir a concertos?

- Queres o quê?

Diz que são os Now United… que podem vir a Portugal (o meu pensamento ficou no PODEM… ainda não é certo que venham… menos mal).

- Quem!?

Mostrou-me 3 (três) vídeos no telemóvel… 3 dolorosos vídeos… as músicas são todas iguais. São mais que as mães, mas ela sabe o nome deles todos…

Não estou preparada para isto… foi muito de repente!

Isto quer dizer que é só um piscar de olhos até pedir o bilhete para ir acampar no MEO Sudoeste ‘cajamigas’… né?

Ai…

O que vou fazer primeiro?

Hoje de manhã, depois de tratar do animal, comer a minha taça de cereais, fazer a cama, lavar os dentes, vestir-me... ia ligar o computador e pensei...

"calma Rita, é segunda-feira, precisas mesmo de apanhar um bocadinho de ar e beber um café antes de começar..."

Saí de casa pelas 8h30 e lá fui pela fresca.

Entrei na pastelaria e resignei-me ao cafézinho num copinho de papel a ser bebido na rua.

Só quando estava a pagar reparei que em cima da máquina do café já havia loiça.

Chavenas e copos... COPOS DE GALÃO.

Só então reparei que já havia mesas na sala da pastelaria e mesas na esplanada...

...

Sabem o que vou fazer amanhã?

VOU TOMAR O PEQUENO ALMOÇO FORA!

VOU BEBER UM GALÃO E COMER UM CROISSANT COM FIAMBRE... NA ES-PLA-NA-DA!

Oh Meu Deus! As saudades que eu tenho de tomar o pequeno almoço fora! As saudades que eu tenho de um copo de galão... Leite aquecido num termo com uma bica! Até me estou a babar!

Pág. 1/2

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Facebook

Follow

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D