Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

A montanha está sempre a parir ratos...

Lembram-se do juiz que justificou a pena aplicada aos agressores de uma mulher, num caso de VIOLÊNCIA DOMÉSTICA, com o facto da mulher ser adúltera?

O Conselho Superior da Magistratura, órgão com poder disciplinar sobre os magistrados, já decidiu a pena a aplicar ao Ilustríssimo Sr. Magistrado…

Preparem-se… estão sentadas… então sentem-se, mas numa cadeira sem rodinhas…

SANÇÃO DE ADVERTÊNCIA REGISTADA!

E o Sr. Magistrado vai recorrer da sanção aplicada, porque os Srs. Magistrados são órgãos de soberania, independentes e não podem ser coagidos de qualquer forma nas decisões que tomam. Devem ser livres de qualquer pressão.

Pensava que um juiz julgava os factos apurados em função da lei, afinal pode muito bem julgar e fundamentar com base nos macaquinhos que tem no sótão ou em função dos seus preconceitos.

Isto na mesma semana em que mais um monstro matou a sogra e a filha de DOIS ANOS. Um monstro que já estava referenciado na polícia pelo crime de violência doméstica, mas que o Ministério Público decidiu classificar de outra forma, menos grave…

Este ano ainda só estamos na semana SEIS, mas já morreram NOVE mulheres em casos de violência doméstica.

Na semana passada senti vómitos ao ver uma reportagem na SIC sobre dois casos de violação, cujos agressores foram condenados com PENA SUSPENSA. Criminosos confessos, não havia qualquer dúvida que tinham praticado o pior crime que se pode cometer contra uma mulher, mas os Srs. Magistrados, do alto da sua liberdade e independência, mandaram os criminosos para casa, porque o Código Penal diz, no artigo 50º, sempre que a pena a aplicar seja inferior a 5 anos de prisão, o juiz PODE considerar a suspensão da pena.

Oh Srs. Magistrados! Não diz TÊM de considerar, diz PODEM considerar.

Entre os crimes que podem ser punidos com penas de prisão até 5 anos, há de tudo... desde os furtos, as burlas, as ofensas corporais simples... uma violação não está ao mesmo nível de uma qualquer ofensa corporal (um murro, um estalo…). A violação é a corrupção daquilo que qualquer mulher tem de mais intimo, é o pior dos crimes, só superado pelo crime de homicídio (e tenho dúvidas...).

Tenho andado a pensar naquelas duas mulheres. A forma como foram tratadas na polícia, nos hospitais, no tribunal (uma delas esperou pelo início da audiência na mesma sala onde estava o violador, que estava na companhia da mulher...). 

Esta semana os meus pensamentos vão para a filha e mãe das vítimas daquele monstro do Seixal.

O que é que nós, enquanto sociedade, podemos dizer a esta mulher? Ela foi à polícia, denunciou o agressor... PARA QUÊ?

Diz que o agressor conseguiu matar-se… que pena!

Ponto de situação

É só para dizer uma coisa: se o mês de janeiro foi uma amostra do que vai ser o resto do ano… então tenho duas hipóteses: ou vou à bruxa ou então acho que me vou enfiar num roupeiro qualquer e só volto a aparecer em 2020.

Maldito mês que foi tão difícil de chegar ao fim!

Desde a morte do meu Paulo que não me lembro de ter uma semana tão difícil como a semana passada.

Terminámos a semana anterior com uma notícia muito má: a minha irmã ficou sem trabalho. Ao fim de 13 anos de casa… toma lá uma indemnização, carta para o fundo de desemprego e vai à tua vida. O mais difícil de digerir não foi o despedimento em si, o mais difícil foi perceber que a minha irmã foi despedida, não por ser incompetente ou por ter feito alguma coisa que tenha lesado a empresa, nada disso! A minha irmã foi despedida porque não teve medo de dizer ao chefe novo que ele estava a tomar a decisão errada, o que se veio a confirmar pouco tempo depois, e o chefe não gostou de ter lá alguém que se recusou a fazer-lhe a vénia!

Se o espírito já não estava famoso, fiquei muito pior na 3ª feira. O meu bichinho não comia nada de jeito há três dias. Nem a sua adorada latinha o motivava a comer. Agarrámos nele e ala para o veterinário de urgência. Estava tão apático que a veterinária conseguir picá-lo duas vezes para tirar sangue e ele nem reagiu.

Diagnóstico: pancreatite.

A noite de 3ª para 4ª feira foi das mais difíceis que me lembro de ter tido. Quase não dormimos, toda a noite. Sempre muito inquieto, agoniado, babava-se muito, vomitou. O que mais me custou foi sair de casa de manhã para ir trabalhar e deixá-lo sozinho (abençoados Sr. Meu Pai e Mana Querida que se revezaram para o ir ver ao longo do dia).

Agora tenho outro problema. À partida não é sério, mas pode vir a ser.

O bicho não podia comer gordura (problemas de fígado e pâncreas pedem alimentação sem gordura), por isso a vet recomendou dar-lhe frango cozido… resultado… o animal habituou-se ao frango e não toca na ração, nem nas latinhas.

Ontem, já estava um bocadinho melhor, já miava e seguia-me para todo o lado, até já ressonou no sofá. À noite tinha tudo à sua disposição: a ração e DUAS variedades de patês… encostava-se às minhas pernas e miava, baixinho… fui-me sentar a ver televisão e ele ficou atrás de mim, na porta da sala, muito direito, sempre que me via a olhar para trás… MIAU!

Não tocou na comida dele… fui buscar umas lasquinhas de frango… limpou TUDO!

Enfim… vou iniciar fevereiro com mais uma batalha: voltar a pôr o animal na linha!

Pág. 2/2

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Facebook

Follow

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D