Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

Uma estrelinha está a sorrir

Na 3ª feira à noite a minha mãe perguntou-me se tinha notícias do Melga. Disse-lhe que não, desde o Natal que não sabia dele, mas ‘não te preocupes, quando ele precisar, ele dá notícias’.

Mais cedo eu falasse. Na 4ª feira, ao fim da tarde, o Melga ligou-me.

Sem entrar em grandes pormenores (não são aqui chamados), começou com rodeios a dizer que não pode estar na casa onde mora, porque está toda em obras, e que está a morar na casa de um amigo... a casa é pequena, têm 3 gatos e 2 cães, a cama é um bocado desconfortável... blá, blá, blá...

Eu fui ouvindo os queixumes em silêncio, já a antever o que lá vinha.

Como um flash, lembrei-me de uma discussão que o meu Paulo teve com a mãe do Melga, há muitos anos, era o Melga pequenino. A mãe do Melga andava a deixá-lo com uma amiga, porque, lá está, o juiz estipulou os dias que o meu Paulo podia ver o filho e mais do que isso, nem pensar. O meu Paulo, muito revoltado, dizia-lhe ‘o meu filho não tem necessidade de andar de favor na casa deste e daquele. Tem aqui uma casa, um pai e uma avó disponíveis para tomar conta dele.’

O Melga não me pediu, mas eu senti que queria pedir. Resolvi facilitar-lhe a vida e convidei.

O Melga vem viver comigo as próximas duas ou três semanas.

Vai ser difícil para mim? Vai.

Vou ter muitas recordações? Vou.

Vão ser noites mal dormidas? Vão.

Mas, algures lá longe no céu tenho a certeza que está uma estrelinha mais descansada e a sorrir…

(Talvez seja disto que esteja a precisar. Ter o Melga lá em casa um tempo para exorcizar de vez estes fantasmas que ainda andam na minha cabeça.)

Coisas bonitas que se fazem na minha terra

Sim. O Barreiro está degradado. Muito degradado.

Sim. O Barreiro precisa muito de investimento em quase todas as áreas, mas vivemos tempos de dinheiro curto. As câmaras deste país estão sem dinheiro.

Mas ontem estive a ver o Boletim Informativo da Câmara do Barreiro e tive conhecimento deste projeto. São iniciativas destas que me fazem acreditar que, mesmo sem dinheiro, é possível fazer coisas bonitas e, desta forma, não custa tanto esperar pelo grande investimento.

ADAO (Associação de Desenvolvimento de Artes e Ofícios) e a Câmara do Barreiro lançaram o projeto ART IN TOWN (saibam mais aqui) que tem como objetivo transformar o espaço público em “galerias a céu aberto”.

Os primeiros resultados já estão à vista de todos:

 

Augusto-Cabrita-1079x720.jpgtota.jpg 

A primeira imagem é um mural de autoria de Sérgio Odeith. É uma pintura de tributo a Augusto Cabrita, numa empena com 25 metros de altura.

Caso não conheçam, Augusto Cabrita é um filho da terra, foi um fotógrafo, diretor de fotografia e realizador cinematográfico português, autor de capas de discos de Amália Rodrigues, Simone de Oliveira, Carlos Paredes e Luiz Goes. A sua estreia no cinema foi como diretor de fotografia do filme Belarmino, que retrata a vida do desportista Belarmino Fragoso.

A empena de tributo situa-se na zona ribeirinha do Barreiro, na Avenida da Praia.

A segunda imagem é um mural de autoria de Ricardo «Tota».

O trabalho foi inspirado numa fotografia de 1950 da autoria de Norberto da Costa e Silva. A empena situa-se no prédio da Rua Stara Zagora, junto ao Pateo Albers.

Quando houver mais para mostrar, vou publicar aqui para poderem ver as coisas bonitas que se fazem na minha terra.

Fevereiro...

... outro mês que gosto tanto!!!

14_fevereiro.jpg

 

Começamos logo com os preparativos para o dia mais meloso do ano: o Dia dos Namorados.

Ele é as montras todas cheias de coraçõezinhos  e ursinhos e flozinhas e chocolatinhos (em forma de coraçãozinho, claro!), ele é as redes sociais cobertas de imagens e frases languinhentas e peganhentas, ele é as publicidades para pacotes 'para dois', ele é os jantares 'com massagens', para dois, ele é estadias em hotéis 'com massagens' para dois, mais a garrafa de espumante champanhe com morangos e as pétalas de rosa a enfeitar a cama...

 

Ele é ver os meninos com ramos de flores a convidar as meninas para jantar, porque, afinal de contas, é Dia dos Namorados... no dia 15 voltam as faltas de respeito e as discussões (e as conversas que se ouvem nos transportes públicos, credo!), mas no dia dos namorados somos todos muito românticos e muito queridos e até vertemos uma lagrimazinha de emoção.... BLHÉC!!!

HAJA PACIÊNCIA!

 

carnaval.jpg

E para terminar o mês em beleza, temos ainda que levar com o Carnaval...

Ele é as reportagens televisivas diretamente das 'escolas de samba' tipicamente portuguesas , os preparativos, os carros alegóricos, os fatos das 'sambistas' e, claro, as previsões meteorológicas e tudo a rezar para que não chova, pelo menos na hora do cortejo, para que o povo se possa deslumbrar com as 'sambistas' tugas, brancas como a cal, a 'sambar' em fatinhos ridículos cheias de frio, mas sempre a sorrir...

HAJA PACHORRA!

 

 

Pág. 4/4

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Facebook

Follow

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D