Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

Só à noite é que penso

Como vos disse, no fim-de-semana de 25 de novembro fiz a minha árvore de natal.

Fiz questão de a fazer, mesmo depois de ter passado o dia todo às voltas com Mana Querida a fazer compras de Natal e ter chegado a casa de rastos. Era quase meia-noite quando a terminei.

Ainda chorei um bocado. Esta é sempre uma altura do ano difícil para mim. O Natal sem o meu Paulo ainda me parece uma coisa irreal. Não consegui deixar de ter aquela sensação que o tempo passa tão depressa… como é que já estava a fazer a árvore de natal sozinha… pela terceira vez?

Eu sei o que me deixou mais sensível.

...

Nesse fim de semana só se falava na morte daquele ator e do jornalista. O que me chamou a atenção foi o facto de ambos terem a mesma idade que o meu Paulo teria, se estivesse entre nós.

Não sei se deixaram mulheres e filhos, sinceramente não segui muito as notícias, não fui capaz, mas dei comigo a pensar nas viúvas.

Dei comigo a retroceder no tempo até àquelas primeiras semanas de viuvez.

Aquela sensação de anestesia, de dormência… o sentir que aquela pessoa já não está presente fisicamente, mas ainda a sentimos em tudo lá em casa… os medicamentos que ficaram na bancada na cozinha, os óculos e a carteira na sua mesa de cabeceira… a escova de dentes e o toalhão na casa-de-banho... e a cada coisa que tiramos do sítio sentimos que a aquela pessoa vai desaparecendo… vai-se diluindo…

Lembro-me tão bem de pensar ‘isto vai melhorar, não vai? É só uma questão de tempo… deixar o tempo passar… daqui a dois ou três anos já não vou estar assim, pois não?’

...

Todos se lembraram do ator e do jornalista… eu lembrei-me das viúvas e é para elas que quero dizer:

Vai melhorar. Não passa, mas vai melhorar.

O tempo que vai demorar a melhorar, só vocês sabem.

Agarrem-se a quem vos quer bem.

Não tenham medo de pedir ajuda.

Não tenham medo de chorar.

Não tenham medo de rir.

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Facebook

Follow

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D