Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

Semaninha do demo, esta que hoje chega ao fim

Comecei no sábado a chorar, porque, mais uma vez, andei em arrumações e limpezas e encontrei muitas ‘coisas e coisinhas’ do meu Paulo.

Tive dois dias de formação em Algés. No primeiro dia, ao chegar a Belém, de elétrico, os passageiros foram informados que a estrada estava cortada pelo que era preciso fazer o transbordo para autocarros…mas não disseram quais autocarros, sendo que de Belém para Algés, que eu saiba, não há autocarros (além disso a estrada estava cortada em frente aos Jerónimos por causa de uma cerimónia qualquer que previa a presença de altas figuras do Estado, por isso NADA COM RODAS passava à frente do Mosteiro).

E AGORA, COMO É QUE EU CHEGO A ALGÉS???

Tive que fazer o que detesto fazer, gastar dinheiro num táxi. Roguei tanta praga à alminha que criou este sistema de avaliação dos funcionários públicos, que nos obriga a andar constantemente em formação….

Hoje tenho uma reunião fora das instalações da minha chafarica… e como é que está o tempo hoje??? CHOVE. Ainda há pouco parecia o fim do mundo...

Como estava sol antes de sair de casa, achei por bem não vestir o casaco (sou pessoa muito dada a calores e suores, como vocês sabem) e não trouxe chapéu-de-chuva… Lá vou eu parecer uma tolinha a ter de usar um chapéu velhinho que está aqui na minha gaveta!

Então, não houve nada de bom esta semana, Rita?

Sim, claro que houve. O que vale é que posso sempre contar com os meus sobrinhos mais pequenos para me alegrar.

 

Frases-Sobre-Ser-Tia-10.jpg

 A minha sobrinha Luísa, em conversa com a mãe, sobre uma hipotética mudança de trabalho da mãe e uma ainda mais hipotética mudança, por exemplo, para o Porto, conseguiu dizer à mãe que não queria ir para o Porto, porque não queria falar portês.

O meu sobrinho Diogo faz hoje sete anos. Está um crescido. Comecei o dia, pouco depois das sete da manhã, com ele a telefonar para me dizer:

‘Tia Rita tenho uma coisa para te dizer, eu tinha um dente a abanar, mas agora já caiu’. É sempre um acontecimento de relevo, a queda do primeiro dente, ainda por cima, logo no dia em que se faz anos e o rapaz quis contar à sua tia Rita.

Houve-se a minha cunhada ao fundo ‘Diz à tia Rita para não se esquecer de vir à tua festa no domingo’.

Diz ele ‘a mãe disse para dizer diz à tia Rita para não se esquecer de vir à tua festa no domingo’.

Este é mesmo gajo… é tão gajo que dói.

 

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Facebook

Follow

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D