Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

Outra vez, a semana mais estupenda do ano

Lembram-se, já vos falei disto o ano passado.

Vem aí a minha semana preferida do ano. A semana em que planeamos a viagem de férias.

Mais uma vez, vamos todos para o mesmo sítio para duas semanas de praia.

Nunca fomos uma daquelas famílias que ‘ia de férias’, muito menos para o Algarve. As nossas férias foram sempre em casa. Nunca houve orçamento para mais do que idas e vindas diárias entre o Barreiro e as praias da Costa da Caparica.

Nesta fase da vida, somos 4 adultos, todos com os seus rendimentos e como até nos damos todos bem, dividimos a despesa do aluguer da casa, num local que, de outra forma, não estaria ao nosso alcance. Claro que é sempre preciso controlar a despesa enquanto estamos de férias, o que pode ser difícil porque é preciso organizar os pertences e os interesses de quatro adultos, uma criança e um animal.

Começa logo na viagem. Podíamos levar dois carros, pois podíamos. Mas isso significava portagens e gasóleo vezes dois…. Também era bom que o carro fosse uma daquelas carrinhas de nove lugares com uma bagageira enorme (tipo ‘ford transit’, tão a ver!), mas não é. Levamos só um carro gama familiar e temos que nos acomodar.

Oh Rita, explica lá como é que conseguem essa proeza?

Confesso que tem sido uma tarefa que temos vindo a aperfeiçoar de ano para ano. A regra a aplicar é muito simples:

DESLIGAR O COMPLICÓMETRO

Passo a demonstrar a aplicação desta regra com alguns casos práticos:

Durante duas semanas a nossa única decisão matinal é saber qual o biquíni/fato de banho a vestir, por cima enfiar a primeira túnica que aparecer à mão e calçar chinelos. No máximo leva-se um ou dois vestidos e umas sandálias, assim... mais arranjadinhas, para ir comer o gelado à esplanada depois do jantar.

Resultado: roupa de 5 pessoas em 2 malas (daquelas que cabem na cabine do avião).

Nós, as gajas, estamos proibidas de ter frescuras quanto a artigos de higiene e afins. Durante duas semanas todas usam o mesmo champô, amaciador, sabonete, produtos solares, cremes hidratantes, etc… já bem basta termos um homem que precisa de levar os artigos todos para fazer a barba!

Resultado: artigos de higiene de 5 pessoas num único necessaire.

Nem pensar ter toalhas de praia fofinhas, mesmo não gostando só se usam daquelas toalhas fininhas que nos enchem de areia (temos pena!), mas que ocupam metade do espaço. Os brinquedos da miuda têm que se limitar a uma mochila pequena e o gato (sim, também tem que contribuir) tem que fazer as necessidades num tabuleiro sem tampa.

A parte mais difícil de gerir é a logística da parafernália que levamos para a praia. A malta gosta de fazer praia o dia inteiro. Chegamos de manhã cedo e só regressamos a casa depois do lanche.

Ora, para tantas horas é bom que haja algum conforto (pelos menos 3 chapéus de sol, 3 cadeiras, almofadas…) e, sobretudo, coisinhas para ir comendo ao longo do dia (são três, as nossas geleiras…). Ajuda ter uma mãezinha com jeitinho para a costura que faz bolsas em lona com alças que facilitam muito o transporte disto tudo e o facto de haver um espaço na praia para guardar os artigos mais pesados (os 30€ mais bem gastos das duas semanas).

Pensando bem, eu e Mana Querida bem podíamos abrir um negócio de 'gestão do veraneio'...

...

Vá... já partilhei a minha sabedoria! Partilhem agora vocês outros truques que me ajudem nesta tarefa.

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Facebook

Follow

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D