Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

Nós, as ‘gajas’… somos seres muita complexos

Quando vou tomar café com os meus colegas somos praticamente só mulheres. Temos apenas um, às vezes dois, exemplares do sexo dito ‘forte’. Há uns dias, estando os dois homens incluídos na grupeta, um deles, mais novo, aproveitou para confidenciar ao outro que, na noite anterior, se tinha chateado com a mulher: ‘Não percebo! Juro que não percebo! Primeiro era porque não punha a loiça na máquina, agora é porque demoro muito tempo a pôr a loiça na máquina?!

Claro que, nós, as ‘gajas’, estávamos deliciadas com a cena!

É verdade, nós, as 'gajas', somos complicadas, nunca estamos satisfeitas. Adoramos ver um gajo com aquele ar confuso de ‘fiz alguma coisa mal!!! O que é que eu fiz agora?’

 

O Melga lá de casa aprendeu esta lição logo aos 16 anos. Um dia chegou a casa e contou que tinha uma namorada, a Andreia… o rapaz estava que não se aguentava de importância. Já tinha uma namorada OFICIAL. E era, sem qualquer dúvida, a namorada para o resto da vida. Era SÉRIO e por isso havia que fazer sacrifícios:

Melga: Hoje vou lanchar a casa dos pais da Andreia. Vão fazer caracóis.

Paulo: Mas tu não gostas de caracóis!

Melga: Gosto, gosto…

Paulo (com sorrizinho irónico): Claro que sim. Ok, então vai lá.

Melga: Fui com a Andreia e com a mãe dela ao shopping.

Paulo: Tu, num Centro Comercial? Mas tu não gostas de Centros Comerciais.

Melga: Até gosto. Não é assim tão mau...

 

Claro que isto pouco durou. Os sacrifícios começaram a ser muitos e o Melga começou a escapulir-se aos encontros com a namorada. Um serão estava o Melga ao telefone com a Andreia e era óbvio que estava a levar uma reprimenda da sua querida namorada OFICIAL (eu e o Paulo escondidos no corredor a curtir a cena…).

O rapaz lá se tentava desculpar de todas as maneiras, mas de repente só se ouve alto e bom som: Ehhh paaa! Isso é muit' à frente!!!

Só ouvi o Paulo atrás de mim: Pronto, já foste Andreia!

 

Dias depois perguntei ao Melga:

Eu: Então e o namoro, como vai?

Melga (cabisbaixo): Já não namoro com a Andreia.

Eu: Deixa lá. O que não falta é peixe no mar. Mas diz-me, aprendes-te alguma coisa com isto tudo.

Melga: Sim, acho que sim. As miúdas são muita complicadas!

Eu: Tás no bom caminho. Agradece à Andreia ter-te ensinado a lição da tua vida. O que não falta por aí são homens adultos que ainda não perceberam essa regra tão simples.

 

Claro que não se escapou de ser gozado meses a fio pelo Paulo: Melga, olha, vamos fazer um lanche de caracóis, queres provar...

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Facebook

Follow

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D