Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

Não sejas engraçadinha!

Como é costume dizer nestas lides "Este é um blog sobre tudo e sobre nada"

Carta à minha prima Mafalda

A minha prima Mafalda anda a passar uma fase menos boa da vida… ou melhor, as suas crias andam a dar-lhe cabo do sistema nervoso.

Em breves palavras:

A miúda do meio, Leonor, sete anos, o ano passado começou o primeiro ano. Ainda choramingou, mas como a mana mais velha estava na mesma escola, a coisa lá se compôs. Iam as duas, vinham as duas…

Este ano a mana mais velha foi para outra escola (5º ano) e a boa da Leonor está a fazer este ano o que não fez o ano passado. Todos os dias lhe dói alguma coisa, a barriga, a perna, o braço, a orelha… O mais pequenino, Vicente, três anos, que até estava a levar a entrada na pré-primária, mais ou menos, vê a mana do meio a chorar e, claro, chora também… nem que seja por simpatia.

Há dias enviou-nos um vídeo: às seis da manhã (hora a que a se levanta para vir trabalhar) já estava com as duas mini-criaturas literalmente cravadas às pernas dela a chorar. Parecia que a mãe os ia enviar para as masmorras dum castelo no fim do mundo.

E prima Mafalda que sempre teve o lema de vida ‘sem stress’, stressou… e chorava também. A pessoa pode ser muito descontraída, mas tudo se complica infinitas vezes, quanto a questão é com os nossos pintainhos e se anda semanas a levar com cenas destas, não é?

A mais velha, Madalena, 10 anos, parece que não dá problemas de manhã. Levanta-se, veste-se e sai para escola (sempre a resmungar, claro, mas tendo em conta o resto do cenário, a coisa leva-se), mas no fim do dia, quando chega a casa, prima Mafalda tem que levar com o gosto musical da pequena que, por estes dias, passa por aqui:

Querida prima Mafalda,

Que dizer para te afagar a alma.

Quanto ao drama dos mais pequenos, não sei que te diga. Acho que te aguentaste muito mais do que eu aguentaria. Eu seria menina para meter férias ou baixa, enfiar-me num bibe com mochila às costas, amarrar o cabelo em dois totós e ir com eles para a escola. Mas isso sou eu!

Já a questão da mai’velha… caí na asneira de ouvir a Ludmilla (com dois ll's, coisa mais artística, pá!). Juro que até as unhinhas dos pés se me encaracolaram.

Acho que esta situação se resolve mais facilmente: posso oferecer-te uma caixinha de Vomidrine e uns tampões para os ouvidos, queres?

Muita força e muita serenidade para ti e para a Sra. Tua Mãe.

(Já pensaste sentá-los no sofá e ameaçar: ou vocês param com isto ou eu juro que daqui a trinta anos vou ser uma velha tão, mas tão chata que não vão ter sossego, pá!)

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Facebook

Follow

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D